Mostrar mensagens com a etiqueta natureza. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta natureza. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, setembro 28, 2015

Peniche - Um capricho da Mãe Natureza



A cidade de Peniche, a mais ocidental da Europa Continental, está implantada numa península (primitivamente uma ilha), com cerca de dez quilómetros de perímetro, criada por um tômbolo.
O povoado foi construído numa área rochosa considerada por cientistas como única a nível mundial enquanto exemplo da transição do período Triássico, aquando da extinção do Jurássico Inferior. Essa área engloba a orla costeira desde a Papôa ao Cabo Carvoeiro. Essa particularidade marca inequivocamente a grande importância do património geológico de Peniche.
Tem praias extensas ao norte e ao sul da península. A praia norte prolonga-se, ultrapassando o Baleal, a uns três quilómetros, numa extensão de cerca de nove quilómetros até à Foz do Arelho. O ponto mais ocidental da Península de Peniche é o Cabo Carvoeiro.
A oeste do Cabo Carvoeiro, para lá das seis milhas, situa-se o arquipélago das Berlengas. Este arquipélago é hoje uma reserva natural onde se encontram espécies raras de flora, aves e peixes.

Vá conhecer Peniche! Eu adorei!

Fonte: Wikipédia

terça-feira, julho 14, 2015

Pedra da Ferida - Simplesmente fascinante!


Saímos de Coimbra em busca de um recanto conhecido como Pedra da Ferida,



este local está distante  apenas 32 kms e fica em Espinhal, uma freguesia  do concelho de Penela



Essa freguesia ocupou um lugar de destaque  na História de Portugal, principalmente devido à importância da estrada que por ali passava fazendo a ligação norte-sul.



Em nosso percurso até Pedra da Ferida encontramos  alguns animais pela estrada de terra batida



logo após sairmos da Freguesia.



Em poucos minutos chegamos ao local, onde deixamos o nosso meio de transporte, e  dai em diante só a pé com uma extensão de cerca de seis quilómetros, entre  ida e volta.



Estamos na  Serra do Espinhal, «um dos locais mais agradáveis do concelho de Penela», 



 planeado para não tirar as características próprias da natureza, mas oferecer segurança para visitantes



Logo no inicio vemos  um parque de merendas.



O caminho  nesta época do ano é um pouco escorregadio devido a humidade do local



Entre muito verde e águas transparentes da Ribeira da Azenha,como é  conhecida.



Durante todo o percurso escutamos o barulho da água e pássaros a cantar.



A Câmara de Penela, com o apoio do programa Agris, realizou operações de limpeza da



vegetação, do curso de água, dos trilhos pedestres e dos moinhos de água, requalificando o espaço. 



São algumas centenas de metros ao longo das margens da ribeira, 



que nos dão um prazer imenso em saber e sentir que ainda existem locais assim,



quase intocáveis pela mão humana e  melhorados para serem  acessíveis e podermos



descontrair e relaxar diante dessas paisagens que são verdadeiras



obras de arte criadas pela natureza.



O percurso termina numa cascata com cerca de 25 metros de altura.


É a  Cascata da Pedra da Ferida.



No fim do percurso pode se ver habitações com muito verde em toda a volta.



Aqui vemos um sobreiro secular  indicando que o  percurso está próximo,



Uma capelinha próxima ao sobreiro



E mais um momento de descontracção admirando a paisagem da Serra do Espinhal


Até a próxima...

Espero que tenham gostado desta caminhada!

Descubra o Distrito de Viana do Castelo

Distrito de Viana do Castelo O  distrito de Viana do Castelo é formado por 10  municípios e 208 freguesias.  Arcos de Valdevez, Ca...