Mostrar mensagens com a etiqueta Rio Ceira. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Rio Ceira. Mostrar todas as mensagens

quarta-feira, junho 10, 2015

Rumo ao Cabril do Ceira

Cabril do Ceira 

Uma localidade que é atravessada por dois importantes cursos de água,o rio Ceira (afluente do Mondego), e o rio Sotam, afluente do Ceira. Os dois rios confluem na localidade de Murtinheira, um pouco antes de um dos locais de maior beleza da povoação, o Cerro da Candosa, na base do qual o rio Ceira passa num apertado desfiladeiro (Cabril).

Wikipédia.

                   No início de nosso passeio vê-se esta belíssima Igreja paroquial de Casal de Ermio 



                      e ao lado uma casa entre as oliveiras com um ar pitoresco


                       
                      Vista de Casal de Ermio - essa foto merece ser retratada em quadro.



     Continuando entramos numa estradinha que nos leva até Boque 

                               
     a beira rio Ceira  encontramos essa  magnífica paisagem, digna de filme


       
     e o rio Ceira correndo rumo ao Mondego com suas águas límpidas



Transparente...


      Passamos por Serpins e depois de alguns enganos pelas estradinhas...



    Um pequeno Paraíso de águas frescas e transparentes nos esperava....



Onde a  vegetação até se curva para ter a frescura das águas por perto...


    Os visitantes do Outono e Inverno conseguem paz e sossêgo...No verão uma grande e alegre  praia fluvial !



    Nesse local o curso do rio estreita se  e atravessa a garganta do Cabril



    Travessia por entre as pedras? Uma pequena aventura de equilíbrio.


    E assim passa se uma manhã espetacular...


onde os sons são o correr da água entre pedras, os pássaros, e até podemos ouvir nossos pensamentos...



                      No mesmo local o Túnel do Cabril escavado para  ligar Serpins à Arganil de comboio...



   Em Junho de 1929, foram  feitos novos estudos para levar o caminho-de-ferro até Arganil.


           
      Mas a obra nunca foi concluída, apenas transformou se em recanto para  morcegos...



    apesar dos rumores que seria dessa vez  que os estudos sairiam do papel ...



    Resta uma escada que leva até uma parte mais alta... 


   É chegada a hora de ir embora, voltar à cidade e almoçar...


    A manhã foi perfeita, ar puro, água transparente, boa companhia... e não resisto a uma última foto!
Até a próxima !


Descubra a Ilha do Pico

Ilha do Pico A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores, no Atlântico Norte. Dista 8,3 quilómetros da Ilha do Faia...