Mostrar mensagens com a etiqueta Medieval. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Medieval. Mostrar todas as mensagens

domingo, outubro 11, 2015

Conheça Pedrogão Grande

Pedrógão Grande é uma vila portuguesa no Distrito de Leiria, região Centro e sub-região do Pinhal Interior Norte, com menos de 2 000 habitantes.

Face à investigação arqueológica desenvolvida no Concelho nas últimas décadas, sabemos hoje que o povoamento da região se terá processado no segundo milénio a.C. quando as primeiras comunidades humanas se estabeleceram na confluência da Ribeira de Pêra com o Zêzere, nos esporões do Penedo do Granada e de Nossa Senhora dos Milagres, ancestralmente conhecido por “Castelo Velho”.
    Também os romanos demandaram estas paragens. Datam do Século II d.C. a Estação Arqueológica Calvário/Devesa, em plena zona urbana de Pedrógão Grande, a unidade industrial de fabrico de materiais de construção (telhas) no Cabeço da Cotovia e, provavelmente, a Ponte Romana do Cabril (actualmente submersa pelas águas da Albufeira da Barragem da Bouçã).
    As invasões bárbaras iriam provocar a deslocação da população do Calvário/Devesa para a área do Penedo (Centro Histórico de Pedrógão Grande), ao redor do qual a Vila vai crescer, ao ponto de aparecer referenciada nos inícios do Século XII como centro de um vasto território, abrangendo os actuais territórios dos Concelhos de Pedrógão Grande, Castanheira de Pêra e Figueiró dos Vinhos.
     Diversas construções, das quais destacamos: Igreja da Misericórdia (1470), Púlpito da Igreja Matriz e Sacristia (1537-1539), Torre Sineira da Igreja Matriz (1553), Retábulo da Matriz de João de Ruão (1554), reconstrução e ampliação do Convento de Nossa Senhora da Luz (1560), Pelourinho (Séc.XVI), execução do Retábulo da Igreja da Misericórdia (1606), construção da Ponte Filipina do Cabril (1607-1610) e da Ponte de Pêra (1621).
    Na actualidade, Pedrógão Grande continua a desenvolver-se e a crescer em torno do seu Centro Histórico. A par da preservação dos becos e ruelas características do período medieval rasgam-se novas ruas e avenidas capazes de dar resposta ao mercado habitacional e comercial em constante crescimento. 
      "Preservar o passado com os olhos no futuro é, sem dúvida, o lema desta terra de lendas e de fadas de trabalho e de paz."

Fonte:www.cm-pedrogaogrande.pt


segunda-feira, junho 29, 2015

Feira Medieval de Coimbra 2015


 Numa iniciativa anual e mesmo com o tempo incerto, a Feira Medieval foi um sucesso novamente, num dia que começou com  muita chuva,


 e o tempo foi melhorando e dando vida ao evento


 que trás de volta ao largo da Sé Velha almocreves, peregrinos, comediantes e vendedores ambulantes



 para recriar as feiras que ali decorriam nos séculos XIII e XIV. 



 Muitas pessoas viajam no tempo, 



 incorporando-se na festa, 



  centenas de figurantes que incutem a ambiência de uma feira medieval 



 onde vários grupos trajados à época,



 revivem os tempos medievais, 



 através da venda de produtos, 



  assados na brasa, pão, enchidos,doces ou queijos. 



 e também o  vinho bebido em malgas de barro, muito procurados.



 A animação  fica por conta dos músicos que integram o grupo de artistas,



  acrobatas ou, até, da cigana que lê a sina.


Pioneira a nível nacional, esta feira Medieval 



 continua a ser uma das mais prestigiadas do país 


É um acontecimento de relevo cultural e turístico na cidade, que contribui para a dinamização da Alta de Coimbra

atraindo milhares de visitantes.



 que vem de todos os cantos de Portugal e outros países.


Há de  tudo um pouco para  agradar todas as pessoas


 Uma bela coruja  que foi  criada em cativeiro


 Recriações apresentadas  nas escadarias da Sé Velha


 Algo como retornar ao tempo onde não só crianças , mas os adultos também  divertem se.


 A programação continua o dia todo até o fim  da festa em torno das 19:00 horas


 Este ano foi  no dia 13  e o  Mercado Moçárabe foi dia 14 de Junho de 2015. 



 Espero que tenham gostado desta volta pelo passado, comigo e o  pessoal da Feira Medieval de Coimbra.
subscreva o blogue... dê ideias do que gostaria de ver...quem sabe eu possa mostrar-te!

Fonte: Câmara Municipal de Coimbra

Descubra o Distrito do Porto

Distrito do Porto O  distrito do Porto é formado por  18 municípios e 234 freguesias.  Amarante, Baião, Felgueiras, Gondomar, Louza...