Mostrar mensagens com a etiqueta Lorvão. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Lorvão. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, junho 23, 2015

«Há um Portugal desconhecido»

Moinhos de Vento de Gavinhos - Figueira de Lorvão - Penacova

Em busca de um Portugal desconhecido, assim começa o nosso passeio a apenas 23 minutos de Coimbra em torno de 26 kms de distância.


 Estrada que vai dar numa rotunda típica,




Já chegamos ao local onde iremos caminhar e ver esse Portugal desconhecido por muitos.



Entretanto, frequentemente visitada por turistas nacionais e estrangeiros que, subjugados à sua beleza encantadora, aqui vêm fotografar e filmar a serra, 


Na encosta da serra ergue-se o Monumento ao Imaculado Coração de Maria .

Uma belíssima imagem


Subindo as escadas para uma visão melhor da região


Realmente uma visão espetacular


A localização geográfica, a altitude e a existência de zonas ventosas propiciaram que os habitantes do concelho de Penacova


aproveitassem a força da natureza, construindo engenhos, os Moinhos que movidos pelo vento

 transformavam os cereais em farinha.


O Concelho de Penacova possui actualmente um dos maiores núcleos molinológicos do país.


encontrando-se espalhados pelos Lugares da Atalhada, Aveleira e Roxo, Gavinhos, Paradela de Lorvão e Portela da Oliveira


Se no passado estes engenhos constituíram uma fonte de rendimentos e uma forma de subsistência, 


 hoje são uma mais-valia patrimonial que surpreende quem os visita.


Entre maio e outubro, é ainda possível observar em Penacova o trabalho do moleiro, nomeadamente nos Núcleos Molinológicos de Gavinhos (Figueira de Lorvão) e da Portela de Oliveira (Sazes do Lorvão).


Desta zona privilegiada se observam soberbos panoramas que os olhos não se cansam de admirar, 


tal a imponência do quadro que a Natureza pintou, ora pendurado na tela aulina do céu, ora espraiando-se por vales, montes e planícies


Desenha-se a catadupa verdejante do arvoredo, com predomínio dos pinheiros e eucaliptos, que perfumam o ar...


pontilhada aqui e além, por pequeninas aldeias, onde vivem, 


trabalham e rezam almas simples e boas, que formam este formoso rincão da Beira. Também aqui neste recanto onde abundam belezas naturais que alguns ignoram e muitos admiram, «há um Portugal desconhecido» que carece de amparo e  exige protecção.


Fonte: http://www.cm-penacova.pt/

          http://www.jf-figueiradelorvao.pt/



Descubra a Ilha do Pico

Ilha do Pico A Ilha do Pico é a segunda maior ilha do Arquipélago dos Açores, no Atlântico Norte. Dista 8,3 quilómetros da Ilha do Faia...